Rodando o PHP em uma Hospedagem de Sites

2.3.4 Rodando e Testando o PHP

Para testar a instalação do PHP, crie um arquivo qualquer na pasta /var/www:

#sudo gedit /var/www/teste.php

Observe que é necessário criar o arquivo como root, pois o arquivo está sendo criado e editado fora da sua pasta home.

As linhas seguinte devem ser incluídas no arquivo:

php phpinfo();

O arquivo pode ser salvo como teste.php

Para testar, abrir o navegador e digitar a seguinte linha:

http://localhost/teste.php

Se o PHP estiver instalado corretamente, e o apache reinicializado, a página a exibida deverá mostrar a informação do PHP (versão, versão do apache, etc).

2.3.5 Aumentando a memória reservada ao PHP.

Por padrão, o PHP vem com uma memória reservada para execução de scripts relativamente. Pode ser que alguns scripts excedam este limite. Mas aumentá-lo é relativamente simples. Considere que esteja usando o PHP 5.

Abra o terminal e digite:

#sudo gedit /etc/php5/apache2/php.ini

Agora pressione ctrl+f e faça uma busca por "memory_limit". Altere o valor 8M para outro à sua escolha. Usando 64M não haverá problemas com pouca memória para scripts. Salve o arquivo, feche-o e reinicie o Apache

2.4 MySQL

2.4.1 Visão Geral

MySQL é um SGBD (Sistema Gerenciador de Banco de Dados) SQL amplamente divulgado. O banco de dados MySQL é um dos mais populares do mundo, e também é o mais utilizado na internet. É utilizado principalmente em projetos LAMP (Linux / Apache / MySQL / PHP).

Para utilizar um banco de dados, é necessário:

- Criar um novo banco de dados.

- Dar, a um usuário do banco de dados, a permissão de acesso a um servidor de banco de dados.

- Conceder, ao usuário, todos os direitos para utilizar este banco de dados específico.

2.4.2 Instalando o MySQL

Para instalar o suporte ao banco de dados, digite no terminal:

#sudo apt-get install libapache2-mod-auth-mysql php4-mysql

ou se o php5 estiver instalado, digite:

#sudo apt-get install libapache2-mod-auth-mysql php5-mysql

Instale também o MySQL Server e o MySQL Client:

#sudo apt-get install mysql-server-5.0 mysql-client

O apache deve ser reiniciado:

#sudo /etc/init.d/apache2 restart

2.4.3 Configurando o MySQL

O MySQL na configuração padrão traz um usuário root que não precisa de senha para autenticação no localhost. Logar-se no servidor mysql utilizando:

$ mysql -u root

Se uma senha já tiver sido atribuída para o usuário root, utilize o parâmetro extra –p::

$ mysql -u root -p

Será exibido um prompt para inserir a senha:

Enter password:

O interpretador de comandos do mysql exibirá seu prompt:

mysql>

Após o login, um banco de dados pode ser criado:

mysql> create database alunodb;

Query OK, 1 row affected (0.00 sec)

Dar permissão ao usuário “fulano” para conectar ao servidor a partir de Localhost utilizando a senha ninguem:

mysql> grant usage on *.* to fulano@localhost identified by ‘ninguem’;

Query OK, 0 rows affected (0.00 sec)

Conceder todos os privilégios no banco de dados alunodb para este usuário:

mysql> grant all privileges on alunodb.* to fulano@localhost ;

Query OK, 0 rows affected (0.00 sec

Digitar exit para sair do prompt do mysql e retornar ao prompt do sistema ou então, em outro terminal, para se conectar ao servidor mysql, utilizar o comando:

$ mysql -u fulano -p’ninguem’ alunodb

O mysql exibirá uma mensagem semelhante a esta abaixo e disponibilizará seu prompt.

Your MySQL connection id is 2

Server version: 5.0.38-Ubuntu_0ubuntu1-log Ubuntu 7.04 distribution

Type ‘help;’ or ‘\h’ for help. Type ‘\c’ to clear the buffer.

mysql>

O MySQL estará instalado, configurado e pronto para a utilização.

Leia mais ARTIGOS SOBRE HOSPEDAGEM DE SITES...