Hospedagem de Sites com:

  • Painel de Controle em Português
  • Suporte Personalizado
  • Garantia de 99,9% online
  • Back-up diário e completo
  • Estatísticas de Acesso
  • Auto-Respostas Automáticas
  • Proteção Antivírus
  • Antispam
  • Sistema de Prevenção de Intrusos
  • PHP4, PHP5 

Como usar o PhpMyAdmin


O PhpMyAdmin é um aplicativo para gerenciamento de banco de dados MySQL.
Para que você possa utilizá-lo diretamente no seu computador é necessario ter o servidor Apache instalado, além é claro, do MySQL.

Neste artigo vamos criar um Banco de Dados, criar uma Tabela e logo após iremos criar 4 arquivos para podermos inserir e exibir dados na Tabela criada com o PhpMyAdmin.
Todos os arquivos mencionados neste artigo foram testados e funcionam perfeitamente. Basta copiar e colar; nomear corretamente e salvá-los no mesmo diretório. 

Recomendo, para fins de aprendizado caso você não tenha o Apache, MySQL e PHP instalados; baixar o EasyPHP, que é de facílima instalação. Para baixá-lo acesse:

http://www.easyphp.org/

Após instalado rode-o, abra seu navegador preferido e digite:

http://localhost/phpmyadmin

Surge a seguinte tela:

Imagem BD - Tutorial Phpmyadmin

O próximo passo é a criação de um Banco de Dados(de agora em diante chamaremos de BD).

Digite o nome do seu BD, coloque um nome fácil de ser lembrado, por exemplo: se você vai armazenar dados dos seus clientes, o nome do BD seria Clientes; logo após clique no botão CRIAR.

A nova tela que aparece é para criação da Tabelas:

Imagem Tabela - Phpmyadmin

Digite o nome que você dará à Tabela por exemplo: "dados" e na caixa Número de Arquivos digite a quantidade de campos que a tabela terá. Clique em Executar.

Surge a tela abaixo:

Imagem Campos - Phpmyadim

Nas caixas da coluna "Campo" colocamos o nome do dado que vamos armazenar.

Nas caixas de seleção da coluna "Tipo"  selecionamos qual tipo de dado será armazenado. Por exemplo:

INT - Para armazenar números inteiros.
VARCHAR - Variáveis com caracteres, texto não numérico.
DATE - Para armazenar datas.
TIME -  Para guardar horas.
TEXT - Para armazenar textos maiores.
Além de outras alternativas que são praticamente auto-explicáveis.

Nas caixas da coluna "Tamanho/Definir" coloca-se o tamanho que o registro terá, por exemplo:

O campo "id_cliente" definido com tamanho 4, terá no máximo 4 dígitos.

Na coluna "Extra" definimos o campo "id_cliente" como auto_increment desta forma toda vez que for armazenado um novo registro este campo incrementará mais um número automaticamente.

Na coluna com o ícone  de chave primária marcamos o botão na linha "id_cliente" para informar ao BD qual o campo principal da Tabela.

Clique em Salvar.

É mostrada uma tela com a Estrutura da Tabela.




Criaremos agora 4 arquivos:

formulário.html - Arquivo em HTML usado para "pegar" os dados.
conectar.php - Usado para a conexão com o BD.
inserir.php - Para inserirmos dados na Tabela "dados".
exibir.php - Usado para exibir os dados armazenados na nossa Tabela.

Perceba a relação muito íntima que existe entre: O Apache, o  MySQL e o PHP, um não vive sem o outro. Se precisar saber mais sobre  PHP, cadastre-se no site http://phpbrasil.com .

Vamos aos códigos dos arquivos:

1 - Formulário em HTML para coletar  os dados.

formulario.html

<html>
<head>
<meta content="text/html; charset=ISO-8859-1" http-equiv="content-type">
<title>Inserindo Dados -Tutorial
Dom&iacute;nio Host</title>
</head>
<body>
<form method="post" action="inserir.php"  name="dados-do-cliente">Nome
<input name="nome"><br>
<br>
Email <input name="email"><br>
<br>
Telefone <input name="telefone"><br>
<br>
<input name="Submit"  value="Inserir Dados" type="submit">
</form>
</body>
</html>

Como você pode perceber o "action" chama o arquivo "inserir.php"  que grava os dados digitados no formulário na Tabela "dados". Portanto salve o código acima como formulario.html.

2 - Agora precisamos nos conectar com o BD para que os dados sejam inseridos, para isso  usamos o seguinte código em PHP.

conectar.php

<?php 
  
$local_serve = "localhost";      // local do servidor
$usuario_serve = "root";         // nome do usuario
$senha_serve = "";                  // senha
$banco_de_dados = "clientes";      // nome do banco de dados

$conn = @mysql_connect($local_serve,$usuario_serve,$senha_serve) or die ("O servidor não responde!");

// conecta-se ao banco de dados
$db = @mysql_select_db($banco_de_dados,$conn)
  or die ("Não foi possivel conectar-se ao banco de dados!");
  
?> 

3 - E agora o arquivo que insere os dados na Tabela:

inserir.php

<html>
<head>
<title>Exibindo a Tabela Dados</title>
<meta http-equiv="content-type" content="text/html; charset=iso-8859-1">
</head>
<body>

<?php

require("conectar.php");//chama o arquivo de conexão ao BD

/*"pega" os dados digitados no form, através do método POST.*/

$nome = $_POST['nome'];
$email = $_POST['email'];
$telefone = $_POST['telefone'];

/Inserindo os dados na Tabela "dados" através de comandos MySQL.*/

$sqlinsert = "INSERT INTO dados (id_cliente, nome, email, telefone)VALUES('','$nome','$email','$telefone')";

mysql_query($sqlinsert) or die("Não foi possível inserir os dados"); //Ou vai..., ou racha.

/*Mostra na tela os dados inseridos.*/

echo"Inseridos na Tabela DADOS <br />Nome: $nome <br />Email: $email <br />Telefone:  $telefone";

?>

</body>
</html>


4 - Para visualizarmos os dados inseridos na nossa Tabela, usaremos o arquivo:

exibir.php

<html>
<head>
<title>Exibindo Dados - Tabela Dados</title>
<meta http-equiv="content-type="text/html; charset=iso-8859-1">
<head>
<body>

<?php
    require("conectar.php");//chama o arquivo de conexão com o BD

    $sql = "SELECT * FROM dados";
    $limite = mysql_query("$sql");//verifica o limite da tabela

//loop para exibir os dados da tabela

while ($sql = mysql_fetch_array($limite)){
    $id_cliente = $sql["id_cliente"];
    $nome       = $sql["nome"];
    $email      = $sql["email"];
    $telefone   = $sql["telefone"];

//mostra os dados na tela

echo"Meu cliente ID $id_cliente<br />$nome<br />$email<br />$telefone<br /><br />";
}
?>
<body>
<html>